O que é reeducação alimentar?

Olá, meus amores!

Tudo bem com vocês?

  Espero que sim, por aqui está tudo ótimo! Vem muita coisa nova por ai, mas por enquanto vamos manter segredo pra evitar o olho gordo! (rs) Brincadeiras a parte, eu eliminei ao longo desses 11 meses 20kg com reeducação alimentar, é o nosso tema de hoje. O que é reeducação alimentar? 

  Reeducação alimentar é um termo muito comentado ultimamente como o “segredo” para emagrecer e ter uma vida mais saudável, livre de doenças e do efeito sanfona através da troca de alimentos na alimentação. Mas você sabe no que consiste esse processo?

  Durante toda a nossa vida, principalmente na infância, aprendemos o que e como devemos comer com nossos pais e pessoas da nossa convivência, nem sempre oferecem alimentos saudáveis.

  Quando ficamos mais velhos ou nos deparamos com alguma doença como hipertensão, colesterol ou mesmo com o sobrepeso, tomamos consciência da importância da alimentação para uma vida melhor e descobrimos que não nos alimentamos de forma balanceada.

como-montar-uma-reeducacao-alimentar

  Aí é que entra a reeducação alimentar, que na verdade consiste na mudança de alguns hábitos, mas sem deixar de fora o que faz parte da cultura do indivíduo.

  A principal coisa que devemos aprender é que a reeducação alimentar não consiste em deixar de comer tudo o que gosta e passar a comer somente frutas, verduras, legumes e alimentos light. Muito pelo contrário, é aprender que você pode comer tudo, mas sem exageros e de forma equilibrada.

  O ideal é que o processo seja feito individualmente e com orientação de uma nutricionista, pois uma recomendação pode ser adequada para uma pessoa mas não será para outra. Deve-se levar em conta o estilo de vida, assim como a presença de doenças pré-existentes.

Mas de maneira geral podemos pontuar algumas atitudes que qualquer pessoa pode adotar para “reeducar” a sua alimentação:

– Beba de 8 a 10 copos de água por dia;

– Evite o consumo de alimentos industrializados e fast-food;

– Substitua refrigerantes por sucos de frutas naturais;

– Inclua alimentos integrais no seu cardápio;

– Evite o consumo de alimentos ricos em gordura como: frituras, carnes gordas, queijos amarelos, manteiga;

– Doces são permitidos, mas esporadicamente e em pequena quantidade;

– Pratique atividade física regularmente.

  Agora veja um exemplo de cardápio balanceado para a sua reeducação alimentar:

reeducacao-alimentar-como-fazer-cardapio-para-emagrecer-8-kg-em-um-mes

IDÉIAS  DE CARDÁPIOS PARA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

  Café da manhã:
1 fatia de pão (preferencialmente) integral ou 1 pão francês (sem miolo) com manteiga ou requeijão light com peito de peru + suco natural ou café ou leite;
Iogurte desnatado batido com alguma fruta e uma colher de sopa de aveia e/ou gérmen de trigo;
Salada de fruta com granola ou mix de cereais integrais;
Coalhada desnatada + 2 colheres de sopa de aveia + 1 colher de sopa de gérmen de trigo + 1 colher de chá de mel;
Suco detox (couve, gengibre, gérmen de trigo e alguma fruta, como maçã e/ou limão) + 2 fatias pequenas de queijo branco com algum tempero natural, como salsinha ou orégano e azeite;
2 torradas integrais + geléia ou requeijão light + suco de fruta ou café com leite;
2 ovos mexidos + chá verde com gengibre.

  Lanche da manhã:
Um pote de iogurte, preferencialmente desnatado;
Um pote de gelatina;
Uma banana com canela ou farinha de linhaça;
Uma fruta como mexerica ou goiaba ou maçã ou pera ou um cacho médio de uvas;
Mix de oleoginosas com frutas secas (castanha do Pará, castanha de caju, amêndoas, avelã ou nozes; e, damasco, banana, uva, mamão, abacaxi, cranberry seco);
1 torrada integral com uma xícara de chá verde ou café (sem açúcar);
1 fatia de queijo minas light com uma xícara de chá ou café (sem açúcar);
3 biscoitos integrais + bebida;

  Almoço:
Salada verde + 2 colheres de sopa de arroz (preferencialmente integral) + carne grelhada (peixe, frango, carne vermelha, porco, peru) ou um omelete + brócolis e/ou vagem e/ou cenoura e/ou chuchu e/ou abobrinha cozida ou refogada no óleo de coco;
Salada com folhas de sua preferencia, cenoura e beterraba ralada + 2 colheres de sopa de arroz + 1 colher de sopa de feijão + uma colher de chá de linhaça dourada + 2 abobrinhas pequenas recheada com carne moída;
Salada de rúcula, alface crespa, palmito e milho + 2 colheres de sopa de frango cozido com cebola e tomate + 2 colheres de legumes refogados + 1 colher de sopa de purê de mandioquinha;

  Lanche da tarde (podendo até ser 2):
Mix de oleoginosas com frutas secas (castanha do Pará, castanha de caju, amêndoas, avelã ou nozes; e, damasco, banana, uva, mamão, abacaxi, cranberry seco);
Iogurte batido com alguma fruta;
Chocolate com cacau mais de 70%;
Alguma fruta;
Banana com canela e lâminas de amêndoas;
Barrinha de cereal;
3 mini pães-de-queijo + bebida;
1 copo de suco detox ou qualquer outro suco natural.

  Jantar:
Salada verde, com tomate cereja, cebola, queijo de cabra, nozes e grão de bico;
Salada verde simples + camarão rosa refogado com alho + purê de mandioquinha;
Salada verde com tomate cereja + 1 fatia média de lasanha de abobrinha;
Salada verde com tomate + 2 colheres de sopa de arroz com lentilha + legumes cozido + 1 fatia pequena de quibe de forno;
Salada verde da sua escolha + 1 concha de estrogonofe com molho de soja + 2 colheres de sopa de legumes da sua escolha;
Salada verde + sanduíche feito com pão sírio, peito de peru, queijo branco ou requeijão light, tomate e orégano.

  Ceia:
Iogurte desnatado + geleia diet ou alguma fruta;
1 torrada integral com requeijão ou geleia light;
1 barra de cereal;
1 fatia de fruta com linhaça;
Leite desnatado batido com banana e aveia;

Fonte do cardápio: Lucilia de Niz

  TABELA DE SUBSTITUIÇÃO:

Tabela de substituição

  Reedução alimentar é muito diferente de dieta, é um estilo de vida, é aprender a lidar com os alimentos.

 

 Mudar hábitos não é fácil. É uma tarefa que requer esforço e disciplina, mas é possível. Quando o objetivo maior é a saúde, a prevenção de doenças e o melhor aproveitamento do organismo, o esforço vale a pena.

  E o mais importante, tenha prazer ao se alimentar. Tudo o que fazemos encarando como sacrifício e sofrimento, não conseguimos manter por muito tempo.

Fonte de pesquisa: Mais equilíbrio.

  Obrigada pela visita, voltem sempre!

  Beijos.

 

Madame Verazani

Deixe uma resposta